A IMPORTÂNCIA DA FÉ.

A IMPORTÂNCIA DA FÉ.

SEM FÉ É IMPOSSÍVEL AGRADAR A DEUS.

Hb. 11:1. Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não veem.

2 Co. 4:18. não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.

Hebreus 11:6. De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.

O que agrada a Deus é a nossa fé Nele. Fé e esperança andam juntas. Fé é uma persuasão e expectação de que Deus realizará tudo que Ele nos prometeu em Jesus Cristo. Fé dá substância ao crente, traz júbilo a alma e a mente por realização das coisas que não podem ser discernidas pelo olhos do corpo, somente sentir no espírito.

Fé é acreditar naquilo que Deus pode fazer, quando se crê com o coração. Fé é uma experiência pessoal com Deus. Ninguém pode viver a fé de outrem.

É pela fé que vemos Deus, é pela fé que se ividência as coisas invisíveis.

Existem coisas invisíveis, e coisas que se veem, entre elas há uma grande diferenca, coisas invisíveis são eternas, e coisas visíveis são temporais ou temporárias. Pela fé discernimos a diferença entre elas. Nem todas as coisas visíveis são boas, algumas são perturbadoras e nos impedem a comunhão com Deus.

Hb. 11:27. Pela fé, ele abandonou o Egito, não ficando amedrontado com a cólera do rei; antes, permaneceu firme como quem vê aquele que é invisível.

A fé é a substância das coisas invisíveis que esperamos, é a ividência das coisas não vista, mas reais e certas.

Nosso Deus é invisível, Pela fé enxergamos e relacionamos com Ele, e temos a garantia de sua existência pela fé.

2 Coríntios 5:7. visto que andamos por fé e não pelo que vemos.

1) PORQUE SOMOS SALVOS PELA FÉ.

Ef. 2:8. Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie.

O homem não pode alcançar a salvação por seu esforço próprio, e nem contribuir com coisa alguma para ser salvo. Salvação é dom de Deus mediante o crê em Jesus Cristo.

Não há méritos em obras praticadas com intenção de ser salvo. O crente prática as boas obras porque já é salvo.

Mateus 5:16. Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus.

As boas obras é o resultado da fé de salvação.

2). VIVEMOS PELA FÉ.

Hb. 10:38. todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma.

O crente justificado manterá a fé em tempo difíceis. Deus classifica de justo o homem que matem a fé em meios as aflições. Aos que desistem carregam a marca da apostasia e o sinal daqueles quem Deus, não se agrada. Fé não é uma confissão formal, fé exige viver o sobre natural e também o inesperado.

Viver pela fé, é andar em desacordo com as práticas do mundo, em obediência á vontade de Deus.

3). ANDAMOS PELA FÉ.

2 Co. 5-7. Visto que andamos por fé e não pelo que vemos.

Essa é uma expectativa para uma experiência normal para quem se relaciona com Jesus Cristo. Devemos conduzir nossas vidas e tomar as nossas decisões com base na fé de confiança na Palavra de Deus. Muitas circunstâncias adversas tem levado muitos crentes a viver uma experiência anormal com Deus. Eles não conseguem ouvir e nem ver o sobrenatural de Deus, porque se deixaram se levar pelas circunstancias do dia, a dia normalmente.

O crente deve sempre procurar viver pela fé e confiar em Deus.

Estar confortado com os problemas da vida, é desânimo da fé de vista.

Não seja motivado pelo que se pode ver ou ouvir das circunstâncias.

O crente deve enxerga pelos olhos da fé não atentando para as coisas materiais e temporais que se vê. Deus espera que reconhecemos o mundo espiritual como algo real, confiando irrestritamente Nele em qualquer eventualidade. Devemos ouvir sua voz e andar em obediência com fé.

4). A FÉ VENCE O MUNDO.

1 Jo. 5:4-5. porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Quem é o que vence o mundo, senão aquele que crê ser Jesus o Filho de Deus?

Pv. 3:5. Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento.

Geralmente as pessoas procuram resolver as situações, inventando soluções sem consultar Deus. Dispensam Deus, por se acharem sábios aos seus próprios olhos.

Aquele que nasceu para Deus, tem à disposição da fé para vencer os obstáculos da vida. Cristo é o domínio, todo aquele que Jesus é o Filho de Deus, deve pela fé vencer o mundo. A pergunta é essa: Quem mais no mundo é capar de vencer o mundo além de Jesus! A resposta é essa: somente os filhos de Deus, os crentes em Jesus.

A fé da mulher Cananéia venceu os obstáculos.

Mateus 15:27. Ela, contudo, replicou: Sim, Senhor, porém os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos.

A fé nos levará além das migalhas. Jesus elogiou uma fé de conduta: Sabedoria, humildade, mansidão e perseverança. Fé de vencer todas as circunstâncias, não paralização diante lutas impossíveis. Não há obstáculo contra a fé de vontade na Palavra do Senhor

O ENTENDIMENTO PARA FÉ.

Para compreender a fé, é preciso acreditar. Jesus é a evidência para a compreensão da fé verdadeira.

Hb. 11-1 A fé é a certeza de coisas que se esperam a convicção de fatos que se não vêem.

Fé é crer que nada é impossível para Deus, o que ele prometeu certamente sera realizado.

A fé agarra a irrealidade da esperança, e traz o impossível para dimensão da realidade, com resposta.

Fé vai além da esperança, esperança espera. Fé confia e tem esperança no que a Palavra de Deus diz. Fé crê que recebeu sua petição antes de obtê-la.

Mc.11:24. Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco.

Existe a qualificação para uma oração de fé, a falta de perdão é a grande causa que tem impedido de Deus abençoar. Muitas pessoas ficam sem resposta em suas orações por não observar a Doutrina do perdão.

Mt. 21:22. e tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis.

Não é fácil andar por fé, pois andar pelar fé significa renúncia de sua visão para uma entrega total a vontade de Deus. O homem precisa sair do seu natural, parar de discutir com sigo mesmo, não duvidar e vir para a dimensão da Palavra de Deus.

CONCEITOS ERRADOS SOBRE A FÉ.

Fé não é querer

Fé não é desejo

Fé não é pensamento positivo

Fé não é sorte

Fé não é coincidência

Fé não é visão

A fé que crê, fé vem do coração, a fé age a altura da palavra de DEUS.

Lc. 5:18-25. Ora, aconteceu que, num daqueles dias, estava ele ensinando, e achavam-se ali assentados fariseus e mestres da Lei, vindos de todas as aldeias da Galileia, da Judeia e de Jerusalém. E o poder do Senhor estava com ele para curar. Vieram, então, uns homens trazendo em um leito um paralítico; e procuravam introduzi-lo e pô-lo diante de Jesus. E, não achando por onde introduzi-lo por causa da multidão, subindo ao eirado, o desceram no leito, por entre os ladrilhos, para o meio, diante de Jesus. Vendo-lhes a fé, Jesus disse ao paralítico: Homem, estão perdoados os teus pecados. E os escribas e fariseus arrazoavam, dizendo: Quem é este que diz blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão Deus? Jesus, porém, conhecendo-lhes os pensamentos, disse-lhes: Que arrazoais em vosso coração? Qual é mais fácil, dizer: Estão perdoados os teus pecados ou: Levanta-te e anda? Mas, para que saibais que o Filho do Homem tem sobre a terra autoridade para perdoar pecados — disse ao paralítico: Eu te ordeno: Levanta-te, toma o teu leito e vai para casa. Imediatamente, se levantou diante deles e, tomando o leito em que permanecera deitado, voltou para casa, glorificando a Deus.

Os fariseus são expectadores da fé, eles se assentam para ouvir, mas não tem percepção que Jesus tem virtude de cura. Os Fariseus nesta temporada fazem a mesma coisa, estão sentados dentro da igreja, mas não tem fé para receber as benção do Senhor. Pessoas estão vindo de fora abrindo os telhados com fé, e pegando a benção dos que estão dentro da igreja.

A FÉ SEM OBRAS É MORTA.

Tem fé, mas não tem obras, essa é a questão, não é uma oposição entre fé e obras, mas sim ver uma fé viva por ser salvo. A fé viva é possível depois de sermos criados pelo Espírito Santo. Se você é salvo, você deve ter ótimas obras, assim como Cristo.

Ef. 2:8-10. Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.

Tg. 2:14-26. Meus irmãos, qual é o proveito, se alguém disser que tem fé, mas não tiver obras? Pode, acaso, semelhante fé salvá-lo? Se um irmão ou uma irmã estiverem carecidos de roupa e necessitados do alimento cotidiano, e qualquer dentre vós lhes disser: Ide em paz, aquecei-vos e fartai-vos, sem, contudo, lhes dar o necessário para o corpo, qual é o proveito disso? Assim, também a fé, se não tiver obras, por si só está morta. Mas alguém dirá: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me essa tua fé sem as obras, e eu, com as obras, te mostrarei a minha fé. Crês, tu, que Deus é um só? Fazes bem. Até os demônios creem e tremem. Queres, pois, ficar certo, ó homem insensato, de que a fé sem as obras é inoperante? Não foi por obras que Abraão, o nosso pai, foi justificado, quando ofereceu sobre o altar o próprio filho, Isaque? Vês como a fé operava juntamente com as suas obras; com efeito, foi pelas obras que a fé se consumou, e se cumpriu a Escritura, a qual diz: Ora, Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado para justiça; e: Foi chamado amigo de Deus. Verificais que uma pessoa é justificada por obras e não por fé somente. De igual modo, não foi também justificada por obras a meretriz Raabe, quando acolheu os emissários e os fez partir por outro caminho? Porque, assim como o corpo sem espírito é morto, assim também a fé sem obras é morta.

Obras pela fé, é a evidência da Palavra de Deus, boas obras ensina o homem a julgar a si mesmo.

Que tem fé em Jesus Cristo precisa praticar as boas obras. Pessoas sem a a prática da caridade, são pessoas vazias considerada morta espiritualmente para boas obras.

Os crentes são justificados pelas boas obras. A fé é produtora, quem quer benção deve praticar o bem de acordo com a fé que Deus lhe deu.

A fé mental, baseada no sentido.

Jo. 20:24-29. Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus. Disseram-lhe, então, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele respondeu: Se eu não vir nas suas mãos o sinal dos cravos, e ali não puser o dedo, e não puser a mão no seu lado, de modo algum acreditarei.

Passados oito dias, estavam outra vez ali reunidos os seus discípulos, e Tomé, com eles. Estando as portas trancadas, veio Jesus, pôs-se no meio e disse-lhes: Paz seja convosco! E logo disse a Tomé: Põe aqui o dedo e vê as minhas mãos; chega também a mão e põe-na no meu lado; não sejas incrédulo, mas crente. Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu! Disse-lhe Jesus: Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram.

Esse é um tempo que a fé é repartida por testemunho. Se você for como Tomé, a fé para você não passará de sentindo ntelectual. Fé baseada na razão humana.

A fé do coração {ABRAÃO} baseada na Palavra de DEUS.

Rm. 4:17-21. como está escrito: Por pai de muitas nações te constituí.), perante aquele no qual creu, o Deus que vivifica os mortos e chama à existência as coisas que não existem. Abraão, esperando contra a esperança, creu, para vir a ser pai de muitas nações, segundo lhe fora dito: Assim será a tua descendência. E, sem enfraquecer na fé, embora levasse em conta o seu próprio corpo amortecido, sendo já de cem anos, e a idade avançada de Sara, não duvidou, por incredulidade, da promessa de Deus; mas, pela fé, se fortaleceu, dando glória a Deus, estando plenamente convicto de que ele era poderoso para cumprir o que prometera.

Muitos estão querendo receber as bênçãos de Abraão, mas com a fé de Tomé, isso é impossível.

A FÉ É PELE PALAVRA DE DEUS.

A fé integra age de acordo com as ações. A integridade da fé está na maneira como respondemos a Palavra do Senhor.

Jr. 1:12. Disse-me o SENHOR: Viste bem, porque eu velo sobre a minha palavra para a cumprir.

Sl. 119:89. Para sempre, ó SENHOR, está firmada a tua palavra no céu.

Hb. 4:12. Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração.

Nossa fé precisa deve observar a Palavra do Senhor. A fé Profética está acompanhada da percepção da Palavra de Deus. A Palavra do Senhor frutifica a nossa fé. A nossa fé é sustentada Palavra de Deus.

A Palavra de Deus é a grande ajuda que temos para fortalecer nossa fé. A fé alinhada na Doutrina de Cristo é poderosa para derrubar as barreiras e estabelecer o reino de Senhor em nossos corações.

2 Co. 10:4-6. Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo, e estando prontos para punir toda desobediência, uma vez completa a vossa submissão.

É a Palavra do Senhor que penetra a divisão do corpo, para animar nossa alma e fortalecer nossa fé em tempos de angústias e derrubar as fortalezas. A disciplina apostólica é forte na fé, e nos levará combater o bom combate, contra a especulação intelectual de crê nas coisas externas de aparências visível.

A PALAVRA DO SENHOR ESTÁ ACIMA DAS CIRCUNSTÂNCIAS.

Sl. 37:3-9. Confia no SENHOR e faze o bem; habita na terra e alimenta-te da verdade. Agrada-te do SENHOR, e ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará. Fará sobressair a tua justiça como a luz e o teu direito, como o sol ao meio-dia. Descansa no SENHOR e espera nele, não te irrites por causa do homem que prospera em seu caminho, por causa do que leva a cabo os seus maus desígnios. Deixa a ira, abandona o furor; não te impacientes; certamente, isso acabará mal. Porque os malfeitores serão exterminados, mas os que esperam no SENHOR possuirão a terra.

Deus exerce o controle de tudo, nossa vida pertence um Deus Todo Poderoso.os atos de Deus estão acima da compreensão dos homens. Como filhos devemos confiar nossas vidas a Ele.

Abraão exemplo de fé, confiança contra as circunstâncias.

Rm. 4:18-20. Abraão, esperando contra a esperança, creu, para vir a ser pai de muitas nações, segundo lhe fora dito: Assim será a tua descendência. E, sem enfraquecer na fé, embora levasse em conta o seu próprio corpo amortecido, sendo já de cem anos, e a idade avançada de Sara, não duvidou, por incredulidade, da promessa de Deus; mas, pela fé, se fortaleceu, dando glória a Deus,

Todos os orgumentos dos sentidos da razão e da experiência estavam contrário a Abraão, com tudo isso Abraão, considerou a autossuficiência de Deus. Ele creu, sua fé lhe Deus esperança na Boca de Deus. Quando lemos na Palavra do Senhor devemos permanecer em obediência na Palavra do Senhor.

LOUVE MESMO SEM TER VISTO NADA.

Fl. 4:6-7. Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.

Cl. 2:4-7. Assim digo para que ninguém vos engane com raciocínios falazes. Pois, embora ausente quanto ao corpo, contudo, em espírito, estou convosco, alegrando-me e verificando a vossa boa ordem e a firmeza da vossa fé em Cristo. O desejo de Paulo pelo progresso espiritual dos colossenses Ora, como recebestes Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nele, nele radicados, e edificados, e confirmados na fé, tal como fostes instruídos, crescendo em ações de graças.

Pensamentos distraídos tem sido a dificuldade de muitos crentes para acessar a fé que traz mudanças aS circunstâncias que estão vivendo. A inquietação é a grande causa que tem sobrecarregados as almas e os espíritos de muitas pessoas. É preciso tranquilizar a mente e o coração para encontrar a Paz de Deus.

Oração nessas horas tem que funcionar em nossas mentes, ela é a Sabedoria de Deus que nos levará para fé do Filho de Deus. Fé deve nos levar ao arrependimento e a confissão das nossas necessidades. O crente precisa viver confortavelmente na Paz de Deus, considerar a Palavra do Senhor por fé, também considerar sua posição de filhos de Deus.

O que pode nos separa do amor de Deus? Quanto mais firmes na fé em Cristo, melhor ordem em nossas condutas, pois vivemos da fé.

COMO VEM A FÉ.

Romanos 10:17. E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo.

A FÉ VEM POR OUVIR A PALAVRA DE DEUS.

Rm. 10:13-17. Porque: Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Como, porém, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem nada ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas! Israel não pode alegar falta de oportunidade Mas nem todos obedeceram ao evangelho; pois Isaías diz: Senhor, quem acreditou na nossa pregação? E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo.

O progresso e a força da fé vem pelo ouvir. A fé é pelo ouvir da Palavra de Deus.

Deus dá fé, mas o instrumento é você ouvir as palavras. Primeiro vem a Palavra, depois a fé. Aqueles que tiveram fé antes da Palavra, é necessário ouvir a Palavra da pregação.

A Parábola do Semeador.

Lc. 8:4-15. Afluindo uma grande multidão e vindo ter com ele gente de todas as cidades,

disse Jesus por parábola: Eis que o semeador saiu a semear. E, ao semear, uma parte caiu à beira do caminho; foi pisada, e as aves do céu a comeram. Outra caiu sobre a pedra; e, tendo crescido, secou por falta de umidade. Outra caiu no meio dos espinhos; e estes, ao crescerem com ela, a sufocaram. Outra, afinal, caiu em boa terra; cresceu e produziu a cento por um. Dizendo isto, clamou: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

E os seus discípulos o interrogaram, dizendo: Que parábola é esta? Respondeu-lhes Jesus: A vós outros é dado conhecer os mistérios do reino de Deus; aos demais, fala-se por parábolas, para que, vendo, não vejam; e, ouvindo, não entendam. Este é o sentido da parábola: a semente é a palavra de Deus. A que caiu à beira do caminho são os que a ouviram; vem, a seguir, o diabo e arrebata-lhes do coração a palavra, para não suceder que, crendo, sejam salvos. A que caiu sobre a pedra são os que, ouvindo a palavra, a recebem com alegria; estes não têm raiz, creem apenas por algum tempo e, na hora da provação, se desviam. A que caiu entre espinhos são os que ouviram e, no decorrer dos dias, foram sufocados com os cuidados, riquezas e deleites da vida; os seus frutos não chegam a amadurecer. A que caiu na boa terra são os que, tendo ouvido de bom e reto coração, retêm a palavra; estes frutificam com perseverança.

A Explicação da Parábola.

A Semente é a Palavra de Deus.

O coração do homem é o solo.

O sucesso da Semente está no solo.

A maneira como o solo recebe a semente, determinará a fé.

O diabo é inimigo da Semente, ele se preocupa como o solo recebe a semente. O diabo fará de tudo para impedir que a semente plantado no solo não cresça. O maligno aproveita do descuido dos ouvintes para retirar a Palavra de fé de seus corações.

O sucesso da fé está: ouvir perfeitamente, obedecer, praticar em peserveranca a Palavra recebida na boca do Profeta.

Meditar na Palavra é o Segredo Para Crescer em Fé.

A fé é aumentada pela prática da Palavra.

Js. 1:8. Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido.

Tg. 1:22-23. Tornai-vos, pois, praticantes da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos. Porque, se alguém é ouvinte da palavra e não praticante, assemelha-se ao homem que contempla, num espelho, o seu rosto natural.

Hb. 5:14. Mas o alimento sólido é para os adultos, para aqueles que, pela prática, têm as suas faculdades exercitadas para discernir não somente o bem, mas também o mal.

Quanto mais atento e praticante da Palavra do Senhor, mais benifeciado seremos. Ouvinte passivo não serão fortalecidos fé, e enganara a si mesmo. O exercício da Palavra de Deus, aperfeiçoa vivifica e fortalece a vida espiritual do crente.

A RESPONSABILIDADE DE TER FÉ É NOSSA, DEUS JÁ NOS DEU UMA MEDIDA DE FÉ, NÓS É QUE VAMOS DESENVOLVER ESTÁ FÉ QUE JÁ OPERA EM NÓS, POR OUVIR E PRÁTICAR A PALAVRA.

A Palavra de Deus Libera a Fé na boca do Seu Profeta.

Com o Coração crer e a boca confessa;

Nossa fé precisa ser cultivada á maneira de Deus. Para reforçarmos a fé, nós abrimos a boca.

Rm. 10:9-10. Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação.

É necessário ter fé no coração para uma confissão de salvação. Não tem como ser salvo se antes não confessar com fé que Jesus é o Senhor, enviado de Deus, para salvar todos os que creem em seu Name.

Precisamos confessar com a nossa boca que Jesus é o Salvador. A missão de Jesus como enviado de Deu, precisa encontrar fé em nossos corações.

Jo. 3:16. Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Confessar os pecados.

A fé é liberada quando nós abrimos a boca. Não basta crer, é preciso também confessar os pecados para liberar a fé.

1 Jo.1:9. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.

1 Jo. 2:1-2. Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo; e ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro.

Jesus derramou seu sangue na cruz por nós, morreu para nos purificar dos nossos pecados.

Precisamos ter uma fé de gratidão por ter os pecados abolidos para sempre. A fé em Jesus nos tornou precioso para Deus. A fé liberou perdão, Deus é fiel e justo nos perdeu de todo pecado.

A CONFISSÃO DA FÉ.

Mc. 11:23. porque em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele.

Lançando o monte no mar.

Mc. 11:24. e tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis.

Crendo que já recebeu.

2 Co. 4:8-9. Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos;

Confessar coisas boas em qualquer circunstância.

AO ESTUDAR A PALAVRA DE DEUS, O CRENTE DEVE DECLARAR E CONFESSAR AS VERDADES DO CORAÇÃO QUE FOI COLHIDA COM A FÉ.

Crer e confessar ativa a fé, e tudo que recebemos de Deus é pela fé.

A Palavra deve estar tanto na boca quanto no coração.

2 Co. 4:13. Tendo, porém, o mesmo espírito da fé, como está escrito: Eu cri; por isso, é que falei. Também nós cremos; por isso, também falamos,

Rm. 10:8-9. Porém que se diz? A palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração; isto é, a palavra da fé que pregamos. Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.

Não haver dúvidas no coração.

Mc. 11:23. porque em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele.

A FÉ DO TIPO DE DEUS.

Mt. 21:18-22. Cedo de manhã, ao voltar para a cidade, teve fome; e, vendo uma figueira à beira do caminho, aproximou-se dela; e, não tendo achado senão folhas, disse-lhe: Nunca mais nasça fruto de ti! E a figueira secou imediatamente. Vendo isto os discípulos, admiraram-se e exclamaram: Como secou depressa a figueira! Jesus, porém, lhes respondeu: Em verdade vos digo que, se tiverdes fé e não duvidardes, não somente fareis o que foi feito à figueira, mas até mesmo, se a este monte disserdes: Ergue-te e lança-te no mar, tal sucederá; e tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis.

Mc. 11:20-26. E, passando eles pela manhã, viram que a figueira secara desde a raiz. Então, Pedro, lembrando-se, falou: Mestre, eis que a figueira que amaldiçoaste secou. Ao que Jesus lhes disse: Tende fé em Deus; porque em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele. Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco. E, quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai, para que vosso Pai celestial vos perdoe as vossas ofensas. [Mas, se não perdoardes, também vosso Pai celestial não vos perdoará as vossas ofensas.]

A fé de Deus, nos permite reconciliação, perdoar as ofensas.

A fé de Deus deve produzir muitos frutos nos seus filhos.

A figueira frustrou as expectativas de Jesus, Cristo não achou nada.

Como filhos não podemos frustrar Deus, Jesus espera encontrar frutos em Nós.

Essa figueira represenra uma igreja estéril. Seu desenvolvimento só até as folhagens, não consegue produzir frutos para o Senhor.

Crentes sem fé não vão produzir perdão, não conseguir mudar as ofensas de lugar.

Pessoas nas igrejas são capazes de mudar a montanha de lugar, mas estão sem fé para solucionar os problemas com seu próximo. Quando a doutrina não é observada, sua oração será uma mera expectativa de fé frustrado em si mesmo.

1 Coríntios 13:2. Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência; ainda que eu tenha tamanha fé, a ponto de transportar montes, se não tiver amor, nada serei.

A fé que gera expectativa, é a fé dinâmica, que é gerada do poder da prática da Palavra de Deus.

Jesus disse tenha a fé em Deus, nossos corações precisam gerar a fé que está em Deus, e a fé que está em Deus, é a fé que é ensinada pela a sua Palavra. Fé sem a Palavra de Deus, não é fé, é raciocínio abstrato, faz especulação com a Palavra do Senhor. Vão inventar de tudo para dizer que tem fé, mas não chegar a obediência, pois obediência e exige fé na Palavra.

Hebreus 11:6. De fato, sem fé é impossível agradar a Deus, porquanto é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam.

A fé confirma que Deus é verdadeiro, acalma e satisfaz a alma do homem. A fé de Deus formou todas as coisas no mundo. Deus tem o direito e deve receber a glória por todos benefícios que recebemos com os produtos da terra. Genesis capítulo, 1 descreve o mundo de Deus, e o mundo de Deus reflete a Glória de Deus.

A FÉ VEM PELO CONHECIMENTO QUE TEMOS DE DEUS. (não é monte, jejum ou campanhas).

A fé de Deus é desenvolvida no crente – Rm. 12:3. Porque, pela graça que me foi dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, segundo a medida da fé que Deus repartiu a cada um.

A fé é um dom de Deus – Ef. 2:8. Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus;

Tanto a fé como a salvação são dons de Deus. Todos que aceitaram Jesus como seu salvador receberam uma medida de fé.

Jesus exige que aqueles que tem sua mente, além da fé deve ter um coração perfeito para praticar o amor. A fé exige o conhecimento de Deus, e o amor exige a obra da fé. Se deixarmos o amor fora da fé, de nada adianta uma grande fé.

2 Co. 2:14. Graças, porém, a Deus, que, em Cristo, sempre nos conduz em triunfo e, por meio de nós, manifesta em todo lugar a fragrância.

O amor na fé dinâmica é a vitória de Cristo.

A FÉ DO TIPO DE DEUS, É A FÉ BÍBLICA. FALE SEMPRE A PALAVRA DE DEUS, NÃO IMPORTA A CIRCUNSTÂNCIA.

OS INIMIGOS DA FÉ

Falta de Entendimento da Nova Criatura.

2 Co. 5:17. E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas.

Agora em Cristo ouve uma mudança total no coração, nova criatura nasceu de uma nova natureza, a mudança foi pela Graça de Deus no espírito. A velhas práticas foram esquecidas, o testemunho é esquecer a antiga vida para viver a novos princípios, novas regras, uma vida perfeita em Jesus. Rosto.

Falta do Conhecimento da Filiação Divina.

Jo. 1:12-13. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.

Essa é uma revelação doutrinária que muitos crentes tem desprezado, receberam Jesus, mas não conhece a fé em Jesus para estar na posição de filhos de Deus. Eles professam Jesus, mas não aceitam a doutrina do padrão de doação de filho.

Esse é um poder que opera pela fé através do Espírito, foi Deus quem concedeu esse direito de nos tornamos filho Dele, por ter recebido Jesus. Deus nos chama de filhos, nos o chamou de Pai, nossos previlégios de filhos é totalmente por causa de Jesus.

Esse é um nascimento Novo, você não tem que entrar no ventre de sua mãe. Esses filhos nasceram da regeneração do Espírito Santo e da Palavra.

O verdadeiro crente é nascido de Deus, ele não vive na prática do pecado, foi restaurado a uma Santa integridade pelo poder do Espírito Santo.

1 Jo. 3:9. Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus.

Existe uma luz na mente dos filhos de Deus, que lhes mostra todas as coisas, boas e ruins. Eles odeiam o pecado co o Deus odeia o pecado.

No mundo há duas semente a de Deus e a semente da serpente.

Você não pode negligenciar a doutrina que o faz filho De Deus.

Outrora não havia bem em você, mas agora você aceitou Jesus. Outrora você não era justo, Deus olhou do Céu e viu qua não havia um justo se quer, por isso Ele enviou seu Filhos Jesus.

O privilégio da Nova Aliança, é a eficácia é que Jesus morreu por nossos pecados. O domínio do pecado acabou na vida daqueles que realmente está posicionado em Jesus Cristo. Jesus resolveu o problema do pecado, se você como filho de Deus não se posicionar como filho de Deus, as trevas é a sua escuridão.

1 Jo. 1:5-10. Ora, a mensagem que, da parte dele, temos ouvido e vos anunciamos é esta: que Deus é luz, e não há nele treva nenhuma. Se dissermos que mantemos comunhão com ele e andarmos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado. Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça. Se dissermos que não temos cometido pecado, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.

Preste atenção, apóstolo João escreveu essa parte para que você viesse se posicionar, quando falhasse.

1 Jo. 2:1-2. Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo; e ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro.

Precisamos ter cuidado e ser humilde como filhos de Deus. Falhas vão existir, pecado é aquilo que fere a santidade de Deus, è a maldade, o dolo no coração em qualquer situação praticado até bem com segundas intenções. A nossas falhas desafia a veracidade da Palavra de Deus, em nós, quando declamos que somos filhos de Deus, e não cofessamos os nossos pecados.

Nós nascemos do Evangelho, há uma experiência a ser vivida, estamos sendo instruídos para sermos maduros na fé. Lembra quando você nem conhecia Deus! Ela já te amava, muita mais agora, Ele te ama. Jesus orou nós,

antes de ascender aos céus, sua estádia aqui não foi fácil, Ele sabia que nós poderíamos falhar, mas não somos pecadores.

Lembrando crentes, nasceram de uma semente encurruptivél, sua semente é Cristo.

Efésios 1:5. nos predestinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade,

Preste atenção, escolhidos, separados e distinguidos, esse foi o propósito de Deus, de nos tornar filhos Dele através de Jesus, foi a sua soberana vontade de Deus, não despreze as benção que está nesse Nome Jesus.

Romanos 8:14-16. Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai. O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.

Todos que aceitaram Jesus, devem elevar seus relacionamentos ao posicionamentos de filhos de Deus.

Os filhos de Deus são guiados pelo Espírito de Deus. Como filhos de Deus devemos ter um caráter de obediência inconstestavel, uma postura que não deixa dúvidas a fé que declamos Nele como Pai. Temos que testemunhar da relação do Odre Pai/Filho e Espírito Santo. O filho é uma representação perfeita do Pai. Jesus é o padrão perfeito de Fé.

Falta de Conhecimento da Natureza Divina.

2 Pe. 1:3-4 – Visto como, pelo seu divino poder, nos têm sido doadas todas as coisas que conduzem à vida e à piedade, pelo conhecimento completo daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude, pelas quais nos têm sido doadas as suas preciosas e mui grandes promessas, para que por elas vos torneis coparticipantes da natureza divina, livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo,

Aqueles que receberam Cristo são participantes da sua natureza divina que são: Justiça e santidade.

Os seus desejos são para Cristo, Jesus reina sobre eles. Os fariseus foram cegos para as coisas espirituais, eles não conseguiram acompanhar a revelação procedente na boca de Jesus, não tiveram fé, e nem o espírito de discernimento, e foram afastados dos privilégios de se tornarem filhos de Deus.

1 Jo. 5:13. Estas coisas vos escrevi, a fim de saberdes que tendes a vida eterna, a vós outros que credes em o nome do Filho de Deus.

QUANDO VOCÊ SOUBER QUEM VOCÊ É EM CRISTO, VOCÊ VAI DESFRUTAR DOS PREVILÉGIOS E DOS DIREITOS QUE HÁ EM JESUS.

DESCONHECIMENTO DA POSIÇÃO DE JUSTIÇA EM CRISTO.

O desconhecimento de justiça de Deus, na vida do Crente é inimigo da fé.

2 Co. 5:21. Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus.

Justificados.

Rm. 5:1. a fim de que, como o pecado reinou pela morte, assim também reinasse a graça pela justiça para a vida eterna, mediante Jesus Cristo, nosso Senhor.

Servo da justiça de Deus.

Rm. 6:18-22. e, uma vez libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça. Falo como homem, por causa da fraqueza da vossa carne. Assim como oferecestes os vossos membros para a escravidão da impureza e da maldade para a maldade, assim oferecei, agora, os vossos membros para servirem à justiça para a santificação.

Porque, quando éreis escravos do pecado, estáveis isentos em relação à justiça. Naquele tempo, que resultados colhestes? Somente as coisas de que, agora, vos envergonhais; porque o fim delas é morte. Agora, porém, libertados do pecado, transformados em servos de Deus, tendes o vosso fruto para a santificação e, por fim, a vida eterna;

QUANDO ENTENDEMOS QUE SOMOS JUSTIÇA DE DEUS EM CRISTO, SAIMOS DO FRACASSO E E PASSAMOS A VIVER O MELHOR DE DEUS.

O NOME DE JESUS TEM PODER E AUTORIDADE NA TERRA, E ESTÁ ACIMA DE TODO O NOME.

NÃO SABER COMO AGIR PELA PALAVRA DE DEUS.

Confiar em Deus;

Pv. 3:5. Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento.

Não práticar da palavra;

Lc. 6:47-48. Todo aquele que vem a mim, e ouve as minhas palavras, e as pratica, eu vos mostrarei a quem é semelhante. É semelhante a um homem que, edificando uma casa, cavou, abriu profunda vala e lançou o alicerce sobre a rocha; e, vindo a enchente, arrojou-se o rio contra aquela casa e não a pôde abalar, por ter sido bem construída.

Tg. 1:22. Tornai-vos, pois, praticantes da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos.

A FALTA DE MANTER FIRME A CONFISSÃO DE FÉ.

Conservar firme a confissão de fé.

Hb. 4:14. Tendo, pois, a Jesus, o Filho de Deus, como grande sumo sacerdote que penetrou os céus, conservemos firmes a nossa confissão.

Guardar firme a confissão.

Hb. 10:22-23. aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza de fé, tendo o coração purificado de má consciência e lavado o corpo com água pura. Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel.

FÉ CORRESPONDE BOAS OBRAS.

Tg. 2:14-26. Meus irmãos, qual é o proveito, se alguém disser que tem fé, mas não tiver obras? Pode, acaso, semelhante fé salvá-lo? Se um irmão ou uma irmã estiverem carecidos de roupa e necessitados do alimento cotidiano, e qualquer dentre vós lhes disser: Ide em paz, aquecei-vos e fartai-vos, sem, contudo, lhes dar o necessário para o corpo, qual é o proveito disso? Assim, também a fé, se não tiver obras, por si só está morta.

Mas alguém dirá: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me essa tua fé sem as obras, e eu, com as obras, te mostrarei a minha fé. Crês, tu, que Deus é um só? Fazes bem. Até os demônios creem e tremem. Queres, pois, ficar certo, ó homem insensato, de que a fé sem as obras é inoperante? Não foi por obras que Abraão, o nosso pai, foi justificado, quando ofereceu sobre o altar o próprio filho, Isaque? Vês como a fé operava juntamente com as suas obras; com efeito, foi pelas obras que a fé se consumou, e se cumpriu a Escritura, a qual diz:

Ora, Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado para justiça; e: Foi chamado amigo de Deus.

Verificais que uma pessoa é justificada por obras e não por fé somente. De igual modo, não foi também justificada por obras a meretriz Raabe, quando acolheu os emissários e os fez partir por outro caminho? Porque, assim como o corpo sem espírito é morto, assim também a fé sem obras é morta.

A FÉ EM CRISTO É VIVA E PRODUTIVA. OBRAS É AÇÃO DA FÉ.

Ef. 2:10. Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.

O novo homem é a nova criatura de Deus, criado em Jesus Cristo para as boas obras. Deus projetou o novo homem para as boas obras e andar nelas, glorificá- lo por meio uma conduta exemplar.

DEIXANDO OS HÁBITOS DA PREOCUPAÇÃO PELA FÉ.

Ansiedade, é aflição e agonia da alma sem fé.

Mt. 6:25-34. Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes? Observai as aves do céu: não semeiam, não colhem, nem ajuntam em celeiros; contudo, vosso Pai celeste as sustenta. Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves? Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida? E por que andais ansiosos quanto ao vestuário? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham, nem fiam. Eu, contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles. Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós outros, homens de pequena fé? Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que

procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados; basta ao dia o seu próprio mal.

Fp. 4:6-7. Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.

1 Pe. 5:7. lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.

A fé em Deus, está por traz de todos os cuidados de Jesus por nós. Muitos dos problemas são amenizados quando colocamos nossas preocupações nas mãos de Deus.

Não se inquiete, não fique atormentado com pensamentos incrédulos ou desconfiado, essas preocupações acabam com alegria, desanima e silência o louvor da fé. A ansiedade quando surge, com ela vem a incredulidade da desconfiança, desqualificando nossa posição de filhos de Deus.

As buscas pelas coisas do mundo tem sido a grande preocupação de muitos crentes. A ansiedade tem causado grandes males no corpo de Cristo. Há uma desordenança de uma busca futura, pessoas na igreja estão carregando seus próprios fardos do dia de a manhã. Suas queixas diárias não lhes permitem olhar para Deus e ver saída. Essas pessoas esqueceram que o Reino de Deus, é Alegria e Justiça.

Pessoas anciosas são distraídas na fé, elas têm dificuldade com o dia, a dia da vida. Elas estão sobrecarregadas no espírito, não conseguem orar, estão angustiantes por uma direção, mas elas não querem mudar o foco de seus desejos. Seus desejos ultrapassaram o entendimento da fé de Deus, estão na igreja sofrendo por receber benção matérias, sem uma paixão interior para relacionar com Deus no padrão Pai/Filho.

O conselho que Jesus é lançar todas as suas ansiedade sobre Ele. Confiar Nele com uma mente firme e resolvida, em questão, que uma vez que viemos para Ele devemos confiar em todas as promessas feitas no Nome Dele. Uma firme confiança nos conselhos de Jesus acalma a nossa alma e espírito.

Sl. 119:43. Não tires jamais de minha boca a palavra da verdade, pois tenho esperado nos teus juízos.

Sl. 119:143. Sobre mim vieram tribulação e angústia; todavia, os teus mandamentos são o meu prazer.

Rm. 8:35. Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?

Os filhos de Deus vão enfrentar dificuldades, mas não pode haver dúvidas sobre a bondade de Deus, para com os seus filhos. Nada pode nos separar da fé que expõem a bondade do Senhor.

Filipenses 4:7. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.

A fé em Deus deve acabar com os temores, não impreste seus ouvidos para a serpente. Não permite às circunstâncias para tirar a paz de excede todo entendimento.

A fé de Deus nos faz crer no incrível, ver o invisível e realizar o impossível.

ALEM DE SUA MEDIDA

O Teste de Si Mesmo.

(Juízes 6:25-26) Naquela mesma noite o Senhor lhe disse: “Separe o segundo novilho do rebanho de seu pai, aquele de sete anos de idade. Despedace o altar de Baal, que pertence a seu pai, e corte o poste sagrado que está ao lado do altar. Depois faça um altar para o Senhor, para o seu Deus, no topo desta elevação. Ofereça o segundo novilho em holocausto com a madeira do poste sagrado que você irá cortar”. (NVI)

Gideão, sob o comando do Senhor tinha que quebrar o altar de Baal em sua própria casa primeiro.

Antes de você se aventurar em qualquer Ministério, verifique os altares ilegítimos em sua própria casa primeiro. Quebre cada prática não bíblica de idolatria em sua própria casa primeiro. Note que era o altar de seu pai que Gideão teve que quebrar.

As tradições não bíblicas de sua família que se tornaram seu sistema operacional atual, devem ser quebradas antes de você lançar-se em guerra contra o inimigo do lado de fora. Gideão teve de quebrar o altar e cortou a imagem de madeira. Ele teve de lidar com o sistema operacional e a falsa divindade.

Frequentemente as pessoas lidam com a falsa divindade (a imagem), mas deixam para trás o altar – o sistema operacional. Assim, encontramos muitos “cristãos hindus” na igreja. Deixaram a imagem, mas ainda possuem o altar – operam em misticismo, vício de liderança (sistema de guru) e um relacionamento com Deus de expectadores. Eles têm o altar do hinduísmo em suas casas e o Deus da Bíblia ao lado dele.

Além de quebrar o altar ilegítimo, Gideão teve que construir um altar ao Senhor. Construir o altar (a igreja) em sua própria casa primeiro antes de lançar-se para o ministério. Construí-lo sobre a rocha – Jesus. Construí-lo na “boa disposição” – dar atenção ao protocolo e excelência. Gideão teve que oferecer um holocausto – começar com os princípios de sacrifício em sua própria casa primeiro. Construir o novo sistema operacional, isto é estilo de vida. A oração, o louvor, o arrependimento, a obediência, o sacrifício, etc.

Nota P.A.

Há momento que teremos que cortar laços. Gideão rompe com os laços familiares para obedecer a Deus.

Tudo que substitui Deus, é ídolo, os erros doutrinários nos leva para a idolatria.

1 Co. 10:15-16. Portanto, meus amados, fugi da idolatria. Falo como a criteriosos; julgai vós mesmos o que digo.

O crente precisa fugir da idolatria. As dificuldades do Profeta está em sua própria casa, as imagens da televisão, o cinema, a praia, o shopping, são o quadro dos deuses em nossa própria família.

O teste de si mesmo está em ser ousado para destruir esses ídolos íntimos e familiares.

Nesta temporada Gideão está a quebrar a frieza Espiritual do lar, não importa se é seu pai, mãe, irmãos, maridos ou esposas. Temos que promover o Reino de Deus com sábia transformação. Os ídolos pessoais precisam ser destruídos de maneira clara (de dia, não mais a noite) nesta temporada você é um Gideão Espiritual da Luz.

O crente não precisa de monumentos para adorar o Senhor. Deus só vai libertar a nossa família quando os ídolos forem destruídos. A vitória vem com obediência a voz do Profeta.

A nossa mudança será como a de Gideão, começará em nossa própria casa.

Ministério e autoridade, é na ordem de Deus, sua obediência a Palavra de envio de Deus tem as suas consequências. As pessoas ficarão triste quando você começar a desligá-las de seus monumentos. Elas vão se voltar contra Gideão, elas não entendem que Deus quer livrará-las da idolatria.

Não tenha medo! Quando obedecemos ao Senhor, somos protegidos, a obediência a Palavra do Senhor protegerá o seu Ministério.

Acabe e Jesabel, perseguiram o profeta Elias.

João Batista foi perseguido por Herodes e Herodias.

O respeito por um Ministério, são definidos por valores morais, espirituais e com responsabilidade. A igreja do Senhor precisa de homens envolvidos com a necessidade do povo de Deus.

Gl. 6:3. Porque, se alguém julga ser alguma coisa, não sendo nada, a si mesmo se engana.

Você não pode cogitar uma opinião amável sobre si mesmo, a sua suficiência pode levar a soberba, achar-se melhor que os outros, é carregar o espírito da presunção.

Gideão é um teste perfeito, para quem quer ser usado por Deus.

Gideão olhou para a sua casa e viu muitos problemas familiares.

Deus antes de usar Gideão, foi preciso cortar e quebrar os ídolos.

Cabe a cada crente julgar o seu próprio caminho e a examinar suas próprias ações e comportamento pela a Graça do Senhor Jesus.

O teste de si mesmo, é saber que Diabo nada tem em mim.

COMENTÁRIOS DA MIGRAÇÃO DO ABC.

COMENTÁRIOS DA LIÇÃO DE MIGRAÇÃO.

O LUGAR EM QUE VOCÊ ESTÁ É QUASE COMO VOCÊ É.

Deus arrumou um lugar para colocar o homem. Antes de fazer o homem.

O lugar que você vive tem que haver um cuidado de você para que haja crescimento.

A conexão deve ser perfeita com quem você vive. Temos que ter fidelidade para a conexão.

O resultado é próspero quando mantém a qualidade da fidelidade.

O que vivemos tem que ter crescimento, se não há crescimento deve cortar e lançar fora.

Migração é sair de um ponto para outro ponto…

Jesus passou por Samaria. Nada de especial Havia em Samaria. Jesus mudou sua rota por causa de uma mulher.

Jonas mudou sua própria rota. O profeta novo mudou a sua própria rota.

Você não pode mudar a sua própria rota. Você não é Jesus. Jesus não rebelou contra o Seu Pai, Jesus guiado por Espírito Santo. Nosso lugar pode mudar para o bem ou para o mal.

MATURIDADE NA MIGRAÇÃO.

1) A Expressão da Maturidade.Maturidade é a habilidade de controlar a ira e resolver as discrepâncias sem violência ou destruição. 

QUANDO VOCÊ ESTÁ IRADO TUDO ACABA MAL.

SL. 37:8. Evite a ira e rejeite a fúria; não se irrite: isso só leva ao mal.

AS COISAS POSITIVAS E NEGATIVAS FAZ NÓS DECLARAR NOSSOS SENTIMENTOS, ISSO TOCA NA NA BASE DA NOSSA PERSONALIDADE. O CRENTE MATURO ESPERA, CONFIA, E DESCANSA NO SENHOR, AS EXORTAÇÕES DEVEM NÓS PROPOCIONAR O BEM, PORQUE CONHECEMOS BEM QUE A DESTRUIÇÃO AGUARDA O IMPIO.

Irá é raiva, nela está o orgulho, crueldade, a malícia, blasfêmia, o clamor da má língua, desavença e contendas e palavras pesadas atiçam-na e a irá traz sua própria punição.

Pv 14:17. O que se presta a irá faz loucuras.Maturidade é paciência; é a vontade de deixar para depois o prazer imediato em favor de um benefício a longo prazo. 

Ec 7:8. O fim das coisas é melhor queo seu início, e o paciente é melhor que o orgulhoso.

A Paciência aprova todos aqueles que estão a frente de trabalho, com a paciência vem a fé, piedade, temperança, longanimidade, alegria. Paciência é muito mais que a tolerância, a paciência nos leva a soberania.

Maturidade é perseverança; é a habilidade de levar os projeto apesar adiante mesmo sobre forte oposição. Retrocessos são decepcionantes.

Tg. 1:4. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma.

Perseverança é a prova prolongada, é a constância, é o remediar da paciência que está ligada a sabedoria. Esperei com paciência no Senhor…Maturidade é a capacidade de encarar desgostos e frustrações e derrotas sem queixa nem abatimento. Maturidade é humildade; é ser suficientemente grande para dizer me enganei, sinto muito, desculpa, e mesmo quando está correto, não necessita experimentar a satisfação de dizer: “bem que te falei!” quando outras erram.Maturidade é a capacidade de tomar uma decisão e mantê-la; os imaturos passam suas vidas explorando possibilidades, para no fim nada fazerem. Maturidade significa confiabilidade: manter a própria palavra, superar a crise; os imaturos são os mestres da desculpa, são os confusos e desorganizados; suas vidas são uma mistura de promessas quebradas, amigos perdidos, negócios sem terminar e boas intenções que nunca se convertem em realidade. 

Maturidade: é a capacidade de assumir responsabilidades e conseguir atingir o resultado esperado.  Maturidade: é conviver em paz, e principalmente amar e respeitar o proximo independentemente dos seus defeitos. Maturidade é a arte de viver em paz com o que é impossível mudar.DEFINIÇÃO.

Maturidade é a capacidade de julgamento, prudência ou sensatez; é o estado de espírito no seu culminar; e a idade da pessoa que tenha alcançado a sua plenitude vital sem necessariamente ter chegado à velhice. Maturidade é o estado evolutivo no qual nos tornamos mais competentes para lidar com as dificuldades da vida.

DESENVOLVIMENTO BÍBLICO PARA A MUTURIDADE ESPIRITUAL.

1) – Graça e Conhecimento.

2 Pe. 3:18. Cresçam, porém, na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, agora e para sempre! Amém.

Exemplo de Graça.

“Graça” é o exercício de bondade e generosidade que independe do merecimento ou pagamento. A “Graça” é livre do desejo de qualquer recompensa. “Graça” é aquela bondade pura, que brota do fundo da alma, é aquela generosidade que não se manifesta por causa de segundas intensões ou por causa da vaidade, Graça é aquela demonstração de amor puro, é a demostração absolutamente sincera de carinho cuidado e afeto.

Deus é apresentado como a fonte da “Graça” isso porque o amor que Ele demonstra é puro, e isto fica evidente na pessoa de Jesus Cristo,

Exemplos de Crescimento.

A busca do bem estar íntimo, do crescimento pessoal é legítimo, é válido, mas não deve ser o principal ou único objetivo do ser humano. O ser humano precisa alcançar o bem estar do espírito.

O desenvolvimento espiritual deve beneficiar as pessoas do nosso relacionamento, você precisa aplicar o conhecimento que recebeu na vida das outras pessoas.

O crescimento espiritual é o processo pelo qual nos tornamos mais e mais como Jesus Cristo. Quando colocamos a nossa fé em Jesus, o Espírito Santo inicia o processo de nos tornar mais parecidos com Jesus, conforme à Sua imagem. 

2 Pe. 1:3-8. Seu divino poder nos deu tudo de que necessitamos para a vida e para a piedade, por meio do pleno conhecimento daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude. Dessa maneira, ele nos deu as suas grandiosas e preciosas promessas, para que por elas vocês se tornassem participantes da natureza divina e fugissem da corrupção que há no mundo, causada pela cobiça.

Por isso mesmo, empenhem-se para acrescentar à sua fé a virtude; à virtude o conhecimento; ao conhecimento o domínio próp rio; ao domínio próprio a perseverança; à perseverança a piedade; à piedade a fraternidade; e à fraternidade o amor. Porque, se essas qualidades existirem e estiverem crescendo em sua vida, elas impedirão que vocês, no pleno conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo, sejam inoperantes e improdutivos.

Samuel – 1 Sm. 2:26. E o menino Samuel continuava a crescer, sendo cada vez mais estimado pelo Senhor e pelo povo.

João Batista – Lc. 1:80. E o menino crescia e se fortalecia em espírito; e viveu no deserto, até aparecer publicamente a Israel.

Jesus – Lc. 2: 40, 52. O menino crescia e se fortalecia, enchendo-se de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele. 52, Jesus ia crescendo em sabedoria, estatura e graça diante de Deus e dos homens.

NOTA.

Deus se manifesta nas relações pessoais, a doutrina é de responsabilidade pessoal, há estágios de desenvolvimento em cada período da nossa vida. Na migração precisa você tem que se posicionar, fisicamente, mentalmente, moralmente e espiritualmente. Migração precisa exige muitos cuidados, são muitas exigências, muitos protocolos a serem cumprido para uma perfeita caminha com Deus.

2 – MATURIDADE ESPIRITUAL.

Como é Obtida.

A) Rejeitando as Coisas infantis.

1 Co. 13:11. Quando eu era menino, falava como menino, pensava como menino e raciocinava como menino. Quando me tornei homem, deixei para trás as coisas de menino.

B) Cultivando o Entendimento.

1 Co. 14:20. Irmãos, deixem de pensar como crianças. Com respeito ao mal, sejam crianças; mas, quanto ao modo de pensar, sejam adultos.

C) Perseguindo o Ideal Como Crente.

Ef. 4:13. Até que todos alcancemos a unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, e cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo.

D) Participando Das Verdades Mais Profundas do Evangelho.

Hb. 5:14. Mas o alimento sólido é para os adultos, os quais, pelo exercício constante, tornaram-se aptos para discernir tanto o bem quanto o mal.

Na migração precisa sua caminhada é de um desenvolvimento aprofundado, sua natureza humana será controlada pelo o Espírito Santo. O seu aperfeiçoamento está na prática da Palavra de de Deus, isso quer dizer que sua migração está perfeita. O resultado da maturidade está na firmeza da doutrina verdadeira que os apóstolos estão ensinando.

IMATURIDADE ESPIRITUAL.

Imaturo é todo aquele que não tem conhecimento profundo das Escrituras Sagradas: Não conhece bem a Bíblia, Não sabe julgar as coisas espirituais corretamente por causa de sua ignorância. Esses são os motivos que levam a imaturidade espiritual. O principal motivo de muitos crentes serem imaturos na fé, se deve a má nutrição espiritual, isto é, alimentação inadequada ou insuficiente. Muitos dos abortos da migração é achar que já sabe quando nunca estudaram o campo da Alimentação. (Não conhecem a Verdadeira Doutrina).

A Imaturidade Espiritual, é a incapacidade de absolver Doutrina pesada.

1 Co. 3:1-3. Irmãos, não lhes pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a crianças em Cristo. Dei-lhes leite, e não alimento sólido, pois vocês não estavam em condições de recebê-lo. De fato, vocês ainda não estão em condições, porque ainda são carnais. Porque, visto que há inveja e divisão entre vocês, não estão sendo carnais e agindo como mundanos?

O Imaturo Precisa de Tutela. Gl. 4:1-3. Digo porém que, enquanto o herdeiro é menor de idade, em nada difere de um escravo, embora seja dono de tudo. No entanto, ele está sujeito a guardiães e administradores até o tempo determinado por seu pai. Assim também nós, quando éramos menores, estávamos escravizados aos princípios elementares do mundo.

O Imaturo Não Tem Estabilidade na fé.

Ef. 4:14. O propósito é que não sejamos mais como crianças, levados de um lado para outro pelas ondas, nem jogados para cá e para lá por todo vento de doutrina e pela astúcia e esperteza de homens que induzem ao erro.

O Imaturo Nunca Deixará o Departamento Infatil.

Hb. 5:12. Embora a esta altura já devessem ser mestres, vocês precisam de alguém que lhes ensine novamente os princípios elementares da palavra de Deus. Estão precisando de leite, e não de alimento

sólido!

A imaturidade espiritual causa na igreja: divisões; desordens; infiltrações de heresias; estagnação da vida . A imaturidade espiritual conduz o crente a ausência de disciplina, e a atolerar a imoralidade.

PROGRESSO ESPIRITUAL.

O ensino da Migração deve trazer para você um elevado progresso espiritual.

Sl. 84:7. Prosseguem o caminho de força em força, até que cada um se apresente a Deus em Sião.

Nossa caminhada tem um destino… temos que estar no lugar perfeito… força, força, até o lugar de Descanso… Este lugar é no Senhor…

CINCO SINAIS DA IMATURIDADE.

1º NÃO PODE COMER COMIDA SOLIDA.

2  CRENTE QUE SE OFENDE COM FACILIDADE.

3º CIUMES E CONTENDAS.

4º FALTA DE HUMIDADE.

5º VIVER SOBRE OS PADRÕES HUMANOS.

SUDEZ ESPIRITUAL.

Isaías. 6:8-10. Então ouvi a voz do Senhor, conclamando: “Quem enviarei? Quem irá por nós?”

E eu respondi: Eis-me aqui. Envia-me! Ele disse: “Vá, e diga a este povo: “Estejam sempre ouvindo, mas nunca entendam; estejam sempre vendo, e jamais percebam. Torne insensível o coração deste povo; torne surdos os seus ouvidos e feche os seus olhos. Que eles não vejam com os olhos, não ouçam com os ouvidos, e não entendam com o coração, para que não se convertam e sejam curados”.

Nota P.A.

Para você se famializar-se com a Palavra de Deus, é preciso estar sempre na casa do Senhor com regularidade. O comando para a migração vem dos estudos bíblicos na Escola de Reforma. O estudo da Palavra de Deus irá demovê-los do comodismo irresponsável.

Ez. 12:2. “Filho do homem, você vive no meio de uma nação rebelde. Eles têm olhos para ver, mas não vêem, e ouvidos para ouvir, mas não ouvem, pois são uma nação rebelde.

É muito triste saber se em nosso meio há pessoas sem percepção espiritual para entender a Doutrina da migração. Eu afirmo que isso é uma Surdez Espiritual, é uma Cegueira Espiritual.

Você não pode deliberadamente negar escutar a voz de Deus, para uma mudança melhor.

Este ensino é uma movimentação de uma lugar para outro.

A Babilônia levou Israel cativo por rejeitaram a Voz de Deus. Israel foi rebelde a ouvir a voz do profeta. Eles foram conquistados pelos os Babilônicos.

Esse é o mesmo tempo, Jesus está falando a nossa igreja. Nós precisamos de conhecimentos mais profundos a cerca da vontade de Deus. Os encredulos e os rebeldes ficam cada vez mais endurecidos nesta caminhada.

Mt. 13:14,15. Neles se cumpre a profecia de Isaías: “ ‘Ainda que estejam sempre ouvindo, vocês nunca entenderão; ainda que estejam sempre vendo, jamais perceberão. Pois o coração deste povo se tornou insensível; de má vontade ouviram com os seus ouvidos, e fecharam os seus olhos. Se assim não fosse, poderiam ver com os olhos, ouvir com os ouvidos, entender com o coração e converter-se, e eu os curaria’.

Esse é também o tempo que os apóstolos estão dizendo a mesma profecia. Apóstolo Paulo falou:

At. 28:24-27. Alguns foram convencidos pelo que ele dizia, mas outros não creram. Discordaram entre si mesmos e começaram a ir embora, depois de Paulo ter feito esta declaração final: “Bem que o Espírito Santo falou aos seus antepassados, por meio do profeta Isaías: “ ‘Vá a este povo e diga: Ainda que estejam sempre ouvindo, vocês nunca entenderão; ainda que estejam sempre vendo, jamais perceberão. Pois o coração deste povo se tornou insensível; de má vontade ouviram com os seus ouvidos, e fecharam os seus olhos. Se assim não fosse, poderiam ver com os olhos, ouvir com os ouvidos, entender com o coração e converter-se, e eu os curaria’.

A mesma inspiração do Espírito Santo para esse tempo, Deus usa a sua Palavra para corrigir a rejeição. Isaías, Ezequiel, Jesus e ap. Paulo, estão corrigindo os conceitos errados da doutrina. Jesus é a Doutrina Verdadeira. Nossa exposição na Migração é Jesus Cristo, a salvação do mundo.

2 Tm. 4:4,5. Eles se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos.

Nosso conselho é para você se manter na disciplina do Senhor, e evitar as doutrinas falsas. Migração envolve expo Cristo e promover a Verdade.

A nossa casa tem ótimos exemplos corretos da migração. Nossos filhos não podem se perder essa caminhada peregrinar para Sião (Cristo).

COM O FOCO TOTALMENTE ERRADO.

FOGO TOTALMENTE ERRADO.

Na Casa do Senhor, mas com o foco totalmente errado.

Na casa de Deus, mas com a inveja das pessoas que prosperam indevidamente.

Sl. 73:1-17. Com efeito, Deus é bom para com Israel, para com os de coração limpo. Quanto a mim, porém, quase me resvalaram os pés; pouco faltou para que se desviassem os meus passos. Pois eu invejava os arrogantes, ao ver a prosperidade dos perversos. Para eles não há preocupações, o seu corpo é sadio e nédio. Não partilham das canseiras dos mortais, nem são afligidos como os outros homens. Daí, a soberba que os cinge como um colar, e a violência que os envolve como manto. Os olhos saltam-lhes da gordura; do coração brotam-lhes fantasias. Motejam e falam maliciosamente; da opressão falam com altivez. Contra os céus desandam a boca, e a sua língua percorre a terra. Por isso, o seu povo se volta para eles e os tem por fonte de que bebe a largos sorvos. E diz: Como sabe Deus? Acaso, há conhecimento no Altíssimo? Eis que são estes os ímpios; e, sempre tranquilos, aumentam suas riquezas. Com efeito, inutilmente conservei puro o coração e lavei as mãos na inocência. Pois de contínuo sou afligido e cada manhã, castigado. Se eu pensara em falar tais palavras, já aí teria traído a geração de teus filhos. Em só refletir para compreender isso, achei mui pesada tarefa para mim; até que entrei no santuário de Deus e atinei com o fim deles.

Nota PA.

Neste Salmo devemos aprender a mesma lição do autor deste salmo de que Deus é Bom. É dever trazer luz ao intendimento da verdade para aprendemos da Palavra do Senhor. Muitas das vezes estamos a declarar a bondade de Deus, mas sofrendo por ver pessoas infieis se dando bem na vida.

Muitas pessoas foram vencidas pela tentação, não ficaram firmes na verdade sobre prosperidade. Essas pessoas se afastaram da verdade sem peso na consciência, elas também tornaram arrogantes e presunçosas como os ímpios.

Muitos problemas são causados por nos mesmo, por causa da nossa própria inveja.

Enfrentamos muitos problemas em nossas vidas por causa de ciúmes, isso é um defeito pessoal. Todos temos que lhe dar com esses sentimentos todos os dias. A diferença é Cristo em nós, mas quem vai ter atitude de não sofrer com esses sentimentos é você que já recebeu Jesus como seus salvador. Todos os dias o pecado vem! É você que rejeita.

Neste salmo fica claro que precisamos entender o foco espiritual correto para viver uma vida perfeita na vontade de Deus.

Muitos dos questionamento do salmista aparecerem por causa de se concentrar em seu próximo, em não se concentrar em Deus. Fica claro que nenhum ímpio é privilegiado por Deus. Eles podem possuir a maior parte de conforto nesta vida, mas os crentes devem gozar da presença de Deus.

Há um hábito muito comum no mundo, não importa se são crentes ou não, pessoas estão sempre analisando e se concentrando na vida do próximo, e esquecem a vida deles.

Pessoas estão sempre comparando suas conquistas, riquezas, amizades, personalidades, fraquezas e até seus pecados. Muitos estão se avaliando pelo os erros de outros, estão se comparando por menos pecados, suas réguas de medição não é mais a Palavra de Deus.

Afinal os defeitos dos outros estão sempre elhes ajudando esconder os seus próprios defeitos.

Assim é o que o salmista estava se sentindo, os maus prosperam injustamente e não são castigados, desprezam a Deus, isso o levou a lamentar a sua situação, ele julga que Deus está sendo injusto com ele.

Quantos crentes tem esse pensamento? Estão sempre reclamando da prosperidade alhei. Seus focos tem contaminado a visão perfeita de se focar em Jesus Cristo.

A realidade porém é essa, as crises espirituais surgem justamente em virtude de errar o foco do olhar. Crente não pode concentrar nos outros. Quando você concentra nos outros você diminuiu a imagem do que se tem do Senhor. Deus fica pequeno para você e o seu próximo vira um gigante!

Quem observa os impios, também deve observar que eles prosperam em impiedade. As aflições do justo é por ser justo. As perdas do povo de Deus, é por serem corretos, por viver de acordo com a perfeita vontade do Deus. Quando Cristo tiver totalmente formado em você, as perdas desaparece, não haverá mais perdas. Jesus é o nosso selo, nossa validade eterna.

É preciso mudar o foco, você precisa olhar para a nutureza de Deus. Trazer em memórias os inúmeros presentes que Ele, lhe deu, pequenos e grandes, e a virtude do amor Dele em Jesus Cristo. Transportando você das treva para o Reino da luz Dele.

A prosperidade dos ímpios é curta, incertas, vivem iminentemente em posições escorregadias. Não os tomem como bem aventurados, seus florescimentos são por algum tempo, logo perecerão para sempre.

Suas perspectivas precisam começar a mudar, como mudou a do salmista.

Na minha visão pessoal, vejo que há muitas pessoas se revoltadando contra Deus, acusando as outras pessoas de lhe causarem problemas, atribuindo suas dificuldades pessoais, abandono, injustiça, traições e muitos outros males a outrens. O Salmista nos dá um ótimo exemplo a reconhecer que suas crises tem um único culpado você mesmo. Nao transfere suas decepções para o seu próximo. Olhe para você, permita Deus te sondar.

Sl. 73:28. Quanto a mim, bom é estar junto a Deus;

O salmista reconheceu que Deus é sobre todas as coisas.

Sua procura termina, quando você se focar em Deus.

Em nossa vida espiritual, o foco certo é deixar que Deus olhe dentro de nós, e nos mostre o que Ele está vendo. As cenas não serão boas ou bonitas, mas é assimmesmo que começa a cura do Senhor em nós. Deixe se levar a mesma conclusão que o salmista teve. Para mim bom estar na casa de Deus, perto de Deus. Ver os defeitos do próximo não te leva a nada, encarar as nossas mazelas, é o começo para que Deus nos transforme.

Na casa do Senhor a doutrina de Cristo muda os nossos maus pensamentos sobre o nosso próximo.

Estudando esse salmo, você não pode ser picado pela serpente. Nosso espírito precisa nos levar a rebaixar diante do Senhor. Humildade para reconhecer que muitas das vezes a inveja nos sonda. O fruto do Éden foi um desgosto para Adão. O espinho na carne de Adão foi de não tratar os seus sentimentos pelo fruto proibido.

Precisamos exprimir nossos sentimento para o céu, com um coração devoto com relação a Deus.

Deus é a felicidade do crente, Deus é a fortaleza, a porção dos nossos corações, Quem você tem além Dele?