INTRODUÇÃO À PROSPERIDADE

INTRODUÇÃO A PROSPERIDADE.

Muitas pessoas veem o dinheiro como a raiz de todos os males, outros acreditam que a pobreza faz as pessoas se aproximarem de Deus, e há pessoas também, que creem que serão automaticamente (destinados) prósperos financeiramente por serem filhos de Deus.

Esse tema prosperidade tem sido muito explorado em muito ministérios, e tem comprometido a pureza da doutrina, e as consequências é um evangelho de disputa financeiro.

Prosperidade está diretamente ligada a realização de planos e objetivos, e a felicidade é crescimento interior. Prosperar é melhorar de condição, é progredir, desenvolver, crescer e enriquecer.

Alguns pensamentos tem sido demasiadamente extremo em relação a prosperidade bíblica. O fato das pessoas estarem na igreja, elas querem prosperar materialmente e serem ricas financeiramente. Seus argumentos é que Deus, é dono do ouro e da prata, por serem filhos de Deus eles têm direito as minas e serem ricos.

Muitos crentes são confortados com o ouro e com a prata. No templo de Salomão havia muito ouro e muita prata, e tantas foram as aflições do povo. Nesta temporada a Glória do Senhor está na sua Paz Espiritual. A última casa opera sem ouro ou prata, mas o que temos é muito precioso, o Nome Jesus. Jesus a Glória da última Casa.

Não podemos confundir riqueza matérias com riqueza espiritual. Prosperidade é um alto estar de espírito, isso envolve o interior do homem, seja rico ou pobre. Deus nos deu uma vida progressiva tanto espiritual como material e não podemos julgá-las ou avaliá-las, por preferência de Deus nas pessoas.

A revelação bíblica é dada de maneira progressiva, e deve ser confirmada de acordo a perfeição da prática da Palavra de Deus. Homens sem carácteres estão invalidado a fé daqueles que são pobre financeiramente dizendo que há problema espiritual em suas vidas de fé.

Aquele que tem recursos, não ensoberbeça, sabia levantar as mãos ao céu e agradecer a Deus que lhe deu todas essas coisas.

Aqueles que não tem os recursos, não se sinta desamparados, Deus cuida de você.

Salmos 37:25. Fui moço e já, agora, sou velho, porém jamais vi o justo desamparado, nem a sua descendência a mendigar o pão.

Dê graças a Deus por tudo isso em obediência, seja possuindo ou não! A nossa porção é Deus. A vontade de Deus para a vida do crente em primeiro lugar é Jesus Cristo, depois as outras coisas vão sendo acrescentadas.

O erro é ser pobre e tolo, como também ser um rico e tolo. Ser um insensato rico, como ser insensato pobre. Em Deus tanto o pobre como o rico devem se sentir prósperos. Porque a maior riqueza do homem está no Céu.

Quem da os frutos é a terra, isso vem de Deus. Lc. 12:15. Então, lhes recomendou: Tende cuidado e guardai-vos de toda e qualquer avareza; porque a vida de um homem não consiste na abundância dos bens que ele possui.

Você não pode esbanjar o celeiro, e achar que não precisa de mais nada.

Nossa felicidade e conforto não depende das grandes riquezas deste mundo.

Tanto o rico como o pobre estão descontente, suas almas precisam da abundância de Paz que está em Jesus, para tira-lhes a inquietação de ter ou não ter.

O rico não pode deixar a arrogância ser a medida da sua fortuna.

O pobre precisa saber como andar na sociedade, a decência, honestidade, abrem portas.

O grande absurdo do pobre e do rico, é colocar suas ansiedades e sensibilidades nas riquezas deste mundo. A falhas dos projetos humanos é não confiar a Deus a humildades para ser rico ou pobre. Que o rico não se glorie nas suas posses e o pobre, não se glorie na sua humildade. Toda presunção é tolices, é prejudicial e maligna. A Glória do pobre e do rico é Cristo.

PERSPECTIVA – APÓSTOLO ROY PILLAY.

Acreditamos na prosperidade e no avanço total da pessoa. Infelizmente, muitos professores em prosperidade se concentraram apenas em dinheiro. Queremos ensinar que ser próspero não é pecado. O amor ao dinheiro é a raiz do mal. O dinheiro não é mal. Quando estamos obcecados com dinheiro e posses materiais, esta é a raiz do mal. Nós desejamos o favor de Deus e o favor do homem.

3 comentários em “INTRODUÇÃO À PROSPERIDADE”

  1. Maravilhosa perspectiva. Vemos muitos filhos de Deus frustrados por acharem que Deus tem obrigação de realizar seus desejos e sonhos.
    Qual tesouro que esses filhos de Deus procuram? O que a traça, a ferrugem e o ladrão podem minar? Lucas 12:34 fala de um tesouro que existe dentro do nosso coração. Precisamos analisar se carregamos Cristo ou Mamom.

    Lucas 12:34 porque, onde está o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.

    Curtir

    1. Obrigado Pastora Cláudia!

      O fiel será abençoado por Deus, mas o problema é a grande expectativa material. Jesus dissipa a mentalidade do homem rico, quando Ele pede que esse homem desfaça de tudo para segui-lo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s